Comentários sobre a entrevista de Jô Soares com Dilma Roussef só expôs a morte do debate democrático

 
A falta de senso democrático nos comentários sobre a entrevista, de Jô Soares com Dilma Roussef, é assustador
(Imagem/divulgação Rede Globo)

  Infelizmente uma das coisas que acabaram advindo da divisão do país na última eleição foi o debate politico com idéias, com argumentos que signifiquem algo. Hoje ninguém debate mais nada e todos que não concordam consigo estão errados.

  Um exemplo claro disso veio depois da entrevista do "Programa do Jô" com a presidente Dilma Roussef, Antes os de esquerda atacavam a Globo e todos que apoiassem, ou simplesmente assistiam a algum programa da emissora, porque a consideravam golpista e manipuladora. Então Jô Soares foi lá e fez uma entrevista com a presidente e adivinhem? A direita começou a atacar o apresentador e tudo que estiver a sua volta, incluindo a nunca inocente Rede Globo.

  Primeiro vamos aos fatos, a entrevista realmente foi aquela coisa "água com açúcar", Jô não pegou pesado com tema algum mas de certa forma tentou abordar todos. Isso é normal no programa dele e foi sempre assim com todos os presidenciáveis, ou simplesmente políticos, que pelo seu sofá passaram. Nunca foi um programa de muita polêmica, então está dentro do que se esperava ou queriam que ele a queimasse viva? Não estou defendendo ela, afinal ela tem muitas explicações para nos dar, porém achar que tais explicações viriam em um programa de entretenimento é sonhar demais

  Segundo, realmente ela usou a entrevista como palanque não só eleitoral mas também para mudar um pouco a sua imagem, mostrando-se mais humana ao falar de filhos e bíblia. Isso também é normal e infelizmente é a parte insuportável de entrevistar políticos. Eles nunca são objetivos, sempre tentam manipular tudo a seu favor, fazer propagandas de seus governos e por ai vai. Geralmente entrevistas com políticos nunca dão o resultado que o público espera.

  Mas isso tudo causar polêmica é normal, afinal da polêmica saem os debates e assim poderíamos ir a algum lugar, mas não no Brasil. Simplesmente as pessoas acham que por não ter sido a favor de suas ideias o programa, o apresentador, a emissora, todos tem de ser atacados das piores maneiras. Pessoas consideradas cultas como Olavo de Carvalho postou no seu Twitter a seguinte pergunta, "O que é mais difícil levantar, o ibope da Dilma ou o pau do Jô Soares?". Isso é debate? Isso é um argumento válido? Isso é algo que pode trazer grandes questões a tona? NÃO. ISSO É CRIANCICE. Eu vou ofender a pessoa da pior forma, para ataca-la não interessando se tenho argumento ou não. Simplesmente vou atacar e se possível da forma mais chula possível.

Esse tipo de coisa é típica de um debate político e democrático sério? NÃO (imagem/reprodução Twitter)


  Mais um ponto que mostra que o debate político morreu, a Rede Globo nunca foi santa, é verdade, mas ela erra no momento em que não assume claramente sua posição política. Nos Estados Unidos, aonde há uma democracia amadurecida, ou pelo menos mais antiga que a do Brasil, é claro o lado político para o qual as emissoras tendem. Claro que do jeito que o povo brasileiro está dividido e imaturo politicamente isso poderia ser um problema grave, mas temos de entender que todo grupo de mídia é gerido por pessoas que tem posições politicas definidas e vai defendê-las, PONTO. Isso é normal, o problema é que as pessoas não querem pesquisar nada, elas sonham com um mundo imparcial aonde os jornais e a TV lhe dizem com total segurança em quem votar, e não é assim que funciona. A Band por exemplo é acusada de ser "chapa branca" com os governos petistas e não tem matando a emissora por causa disso. Não estou defendendo a Globo, apenas estou dizendo que ela, assim como muitas outras empresas, tem posições politicas e temos de aprender a conviver com isso, pois estamos em uma DEMOCRACIA. Quando a Globo fala dos escândalos é golpista, quando dá voz a suposta presidente que querem derrubar são manipuladores, assim até para Cristo seria impossível agradar alguém.

  Por último gostaria de salientar o que acabou de vez com o debate político, a cegueira política. Hoje as coisas funcionam assim, sou de esquerda e só a esquerda presta ou sou de direita e só a direita presta, PONTO. Ninguém debate o porquê disso ou o porquê daquilo, simplesmente tudo e todos que não estão comigo estão errados e acabou a conversa. Se teimar comigo vou te ofender da forma mais chula possível e tu vai ter de aceitar. Dividiram o Brasil em "coxinhas" e "pobres dependentes do Bolsa Família"e não é bem assim. Todos os lados tem suas vantagens e desvantagens e assim funciona no mundo inteiro aonde existe democracia.

  Não adianta falarmos tanto em democracia e não praticarmos um dos princípios democráticos que é aceitar a opinião do outro individuo. Como seremos democráticos se não praticamos a democracia?

  Vamos pensar antes de falar, não vamos ofender, vamos tentar entender o porque da pessoa não pensar igual a mim ou a você e refletir se realmente estamos no caminho certo. Pois se continuarmos assim continuaremos contribuindo para o rápido empobrecimento de ideias e opiniões no país. Creio que antes de criticar um político temos de lembrar que alguém o colocou lá, não foi imposto. Chegou lá através de um dos pilares da democracia, a eleição.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas