Decisão de rebaixar a Portuguesa para que Fluminense não fosse para a série B envergonha o futebol brasileiro

Apesar dos protestos legítimos dos torcedores da Portuguesa, time foi rebaixado. Fluminense mais uma vez contou com a boa vontade do STJD e se safou da segunda divisão  (Vagner Magalhães/Terra)


  Pois não é que o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) puniu a Portuguesa lhe tirando 4 pontos devido a escalação irregular de um jogador. Isso teria sido uma atitude louvável senão analisássemos as consequências disso. Com a perda desses pontos a Portuguesa acabou rebaixada e o Fluminense salvou-se da segunda divisão do Brasileirão em 2014.

  A decisão do STJD causou revolta entre todos aqueles que ainda torcem pelo futebol. Ficou evidente que houve uma proteção ao time carioca. Pois o próprio Fluminense em 2010 não sofreu punição por ter escalado um jogador irregular, inclusive se sofresse a punição da Portuguesa o time carioca perderia o título do Brasileirão conquistado naquele mesmo ano.

  A mudança de postura do procurador Paulo Schimitt é algo que assusta também. Em 2010 quando era para o Flu perder o título ele disse que não poderia "tirar os pontos que o Flu conquistou dentro de campo por causa de uma questão técnica. Tinha de ser levada em conta a questão moral que envolvia toda a questão". Agora que é para salvar o Fluminense o procurador resolve ser o "paladino da ética" e derrubar para segunda divisão um time que conquistou a sua permanência série A "dentro de campo".

  Isso confirma o que eu já havia falado aqui, futebol virou negócio e ponto. O torcedor é o único trouxa nessa história, pois sofre, se mata torcendo, vai ao estádio dar força ao time e no final da contas vê que as coisas no futebol funcionam somente para os poderosos times grandes.

  Lamentável isso.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas