Jovem de 19 anos morre na direção após tirar foto do velocimetro a 170 km/h

Jovem de 19 anos morre ao colidir carro contra pilastra da rodovia. Velocidade? 170 km/h (Tarcisio Sween/Vc no G1)


  Uma jovem de 19 anos morreu em um acidente logo após tirar uma foto do velocímetro do carro que dirigia.  A foto mostrou aos policiais que ela dirigia a 170 km/h segundos antes de bater contra pilastra de sustentação da rodovia.

  A família obviamente está destruída com o episódio, mas o que falar da menina que tinha toda uma vida pela frente e em um momento de bobeira simplesmente se matou??

  É essa maldita cultura da velocidade aliada ao exibicionismo. Com certeza se ela não tivesse morrido essa foto iria parar em sua página de alguma rede social e vários amigos delas iriam curtir a foto dizendo "Você é louca kkkkkkk", incentivando-a para que fizesse isso novamente, mas ninguém iria dizer "pra que isso?", "para que correr esse risco?" ou "quer se matar?".

  Agora que ela morreu todos sentem uma tristeza imensa, mas o que a matou ela foi essa inversão de valores que existe hoje na sociedade em relação ao trânsito. Antigamente o bom motorista era quem não batia, era quem evitava de forma correta todo a sorte de acidentes, hoje não. O bom motorista é o que corre e não leva multa, é o que costura no trânsito, é o que acelera até não poder mais e por ai vai.

  Com certeza essa foto dela se somaria aos vídeos e fotos de pessoas dirigindo a 170, 180, 200 km/h e se achando o máximo por causa disso. Mas como ela morreu só resta um corpo sem vida e dezenas de outras vidas destruídas.

  Quantos jovens ainda vão ter de morrer para mudarmos essa realidade? Se é que há como mudarmos, afinal tudo que envolve o ser humano e seus comportamentos mais primitivos leva séculos para mudar.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas