"Revenge" é uma excepcional série mas não pode se perder no próprio enredo

Roteiristas de "Revenge" tem de começar a resolver alguns pontos da história (imagem/divulgação/ABC)


  Hoje vai ao ar pela Globo o último episódio da segunda temporada de "Revenge", série de sucesso em vários países, que já está em sua terceira temporada nos Estados Unidos, tem como enredo a história de vingança da protagonista Emily contra a família que destruiu seu pai no passado. O enredo é excepcional, mas assim como aconteceu com outras séries tem data de validade definida.

  A primeira temporada da série foi muito boa. Uma história bem amarrada e cheia de reviravoltas fez com que, apesar do horário, muitos seguissem a história domingo após domingo.

  A segunda temporada ficou com jeito de "Lost". Personagens novos que só complicavam a história, segredos em demasia e uma sensação de que os roteiristas estavam apenas "enchendo linguiça" para fazer a história render mais.

  Nos Estados Unidos já começou a terceira temporada e a principio parece estar muito boa, mas assim como tudo que tem começo e meio, ela deve já ter seu fim planejado. Ficar enrolando só vai fazer com que toda a história perca sua graça.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas