Toda a polêmica envolvendo os médicos serve para o governo esconder os reais problemas da Saúde no Brasil

Médicos protestam contra as medidas do governo para sanar os problemas na saúde (Clóvis Miranda/acritica.com)


  O Governo Federal sempre encontra uma forma de mascarar os problemas inventando outros menores. Dessa vez é a polêmica envolvendo médicos cubanos e uma obrigatoriedade de trabalho no SUS para novos médicos, mas não mostra o problema da completa e total falta de estrutura para os médicos.

  Querem trazer médicos cubanos para suprir a falta de médicos pelo interior do Brasil, porém o interior não tem médicos porque as cidades do interior, muitas vezes, não tem o minimo de estrutura para que o médico clinique de forma decente. quem sabe se investissem o dinheiro, que vão gastar trazendo tais médicos, em estrutura?

  Segundo, querem aumentar o tempo que os futuros médicos ficam na faculdade para 8 anos e obrigar os os mesmos a fazerem uma espécie de estágio em hospitais do SUS, nos últimos 2. Pode até ajudar, mas só mascara o problema da falta de profissionais que querem trabalhar no SUS. Muitos não querem trabalhar por causa da, já falada, falta de estrutura, da sobrecarga de trabalho e de uma nem tão boa remuneração dada aos médicos.

  Se o governo continuar assim, "tapando hemorragia com band aid", não vai resolver o problema que é a saúde no Brasil. Falta de equipamentos, medicamentos, leitos, hospitais e postos de saúde e outras coisas mais não serão resolvidas com tais medidas. O que resolve é dinheiro abundante e fiscalização rígida desse dinheiro para que seja usado de forma correta. SÓ ISSO JÁ MUDARÁ BASTANTE.

 OBS: Não obrigar os médicos cubanos a fazer revalidação do diploma é um desaforo com os médicos brasileiros.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas