BURRICE? Será que os manifestantes não percebem que os atos de vandalismo enfraquecem os movimentos?

Atitudes corajosas como essa geram apoio, já vandalismo gera asco (Gabriela Bilo/Futura Press)


  Depois de mais um dia de protestos contra o aumento das passagens de ônibus pelo Brasil, temos uma centena de pessoas presas, feridas e indignadas por esse Brasil afora. Apesar da Polícia estar sendo extremamente repressora, principalmente em São Paulo, os atos de vandalismo que vieram junto com os protestos são inaceitáveis e funcionam como um verdadeiro "tiro no pé"..

  De que adianta quebrar um vidro de uma agência bancária ou pichar a parede de um museu? Por acaso o vidro é um opressor empresário do transporte ou a parede representa a exorbitante passagem de ônibus? Simplesmente uma coisa não tem nada a ver com a outra. São atos de vandalismo que descaracterizam o movimento e seu objetivo, fazendo com que todos os manifestantes sejam vistos como vândalos e arruaceiros.

  Sem contar que quebrando os vidros de agências bancárias e pichando palavras de ordem acabam fortalecendo a tese das autoridades de que é um protesto organizados por partidos políticos ou por pessoas com ideologias socialistas que nem estão ai para a sociedade, querem apenas bagunçar.

  Temos de prestar atenção, pois os vândalos são minoria nos movimentos sociais, mas são os que mais fazem barulho. Se aqueles que realmente lutam contra o aumento das passagens deixarem que esses marginais façam o que bem entenderem, isso acabará fortalecendo ainda mais, aqueles contra quem os movimentos lutam.

  E outra, se você está indo protestar realmente, não vá de máscara. Só os bandidos escondem o rosto, os decentes mostram o cara porque não tem o que temer. E antes de mais nada não quebre nada, pois protestar é um direito de todos nós, já sair pichando e depredando o que vê pela frente é um crime que deve ser punido com rigorosidade.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas