Escolha de Bergoglio, agora Francisco I, mostra que a igreja não quer se renovar

  Com uma estranha rapidez os cardeais do Vaticano decidiram que o Argentino Bergoglio será o novo chefe da Igreja Católica. Porém essa escolha demonstra que a igreja não quer se renovar e nem se adaptar a uma nova realidade no mundo.

  Bergoglio, ou agora Francisco I, é conhecido pelo conservadorismo à frente da igreja argentina. Seus discursos contra o aborto e a eutanásia mostram a sua rigidez, fora que é totalmente contra o casamento gay.

  O problema é que a igreja tem alguns assuntos bem delicados para tratar em breve e um papa conservador pode não ajudar. Pelo contrário pode até atrapalhar a igreja na sua missão de recuperar fiéis.

Escolha de Bergoglio mostra que a igreja não quer evoluir (Getty Images)
Postar um comentário

Postagens mais visitadas