Russomano menosprezou adversários e não explicou direito sua ligação com a igreja universal

Subestimar os adversários e não explicar sua ligação com a igreja foram as causas da derrota de Russomano (Reprodução SBT)


  Umas das viradas mais impressionantes destas eleições foi a não ida ao segundo turno, em São paulo, de Celso Russomano. O candidato chegou a liderar isoladamente as pesquisas, porém nas últimas semanas começou a perder fôlego a ponto de ficar em terceiro lugar na eleição paulista.

  O grande erro de Russomano foi menosprezar as polêmicas que vinham consigo e até os adversários.

  Russomano nunca se preocupou em dar respostas convincentes as acusações envolvendo religião e grandes igrejas, que ao atacarem os outros candidatos mostraram que apoiavam o candidato.

  E como sabemos grande parte da população ainda tem certo preconceito contra as igrejas evangélicas pela forma com que lidão com o dízimo, e a revista Forbes ainda divulgou que ele era o "Senhor dos cofres da Universal".

  Depois ele nunca se preocupou muito com os adversários, parecia ter subido no "salto alto" e se considerava inatingível.

  Porém a eleição mostrou que só pelo fato de ser famoso e aparecer bem nas pesquisas não é sinal de vitória.

  Russomano aprendeu isso da pior forma.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas