Pode parecer que não, mas o governo está certo em apertar as montadoras de automóveis

Guido Mantega endureceu o discurso contra montadoras, que mesmo com redução de IPI, querem demitir funcionários (imagem/Agência Brasil)


  Por diversas vezes eu disse aqui que determinadas atitudes do governo eram somente políticas, mas essa última de "dar um aperto" nas montadoras, que mesmo com redução de IPI querem demitir, não é política, é correta.

  Quando o governo lançou o programa que diminuía o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) dos carros era não só pra incentivar a venda dos veículos, mas também para evitar demissões diminuindo os estoques das montadoras.

  Se agora elas querem demitir funcionários, que assim o façam. Mas saibam que o governo não vai prorrogar a medida que reduzia o IPI para seus produtos.

  Na verdade eu acho que isso é uma manobra das montadoras para que o governo prorrogue a redução de IPI por mais tempo.

  Só que dessa vez o governo, em meio a tantas crises econômicas, não dará o braço a torcer para as montadoras e vai seguir seus caminho como planejado.

  As montadoras que se virem. É assim no mundo todo, porque aqui seria diferente?

  Uma ajuda ou outra não custa nada, mas querer que o governo leve as montadoras nas costas é demais.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas