Mais uma morte estúpida e desnecessária no trânsito brasileiro

Hyundai i30 se dividiu ao meio devido a violência da batida. Pra quê isso?
(imagem/Record Brasília)
 

 Um Hyundai i30 ficou irreconhecível depois do choque contra um árvore em Brasília. o motorista,de 29 anos, saiu caminhando do carro, mas o passageiro com apenas 26 anos morreu no hospital. Testemunhas disseram que o velocímetro trancou em 150 km/h e várias latas de cerveja se espalharam pela pista. A pergunta que fica é, pra que isso?

  Pra que andar a essa velocidade? Não há necessidade de se andar assim em lugar nenhum. Provavelmente estavam no caminho de alguma festa, sem nenhum horário para cumprir. Podiam andar tranquilamente, no entanto decidiram andar rápido e assim um jovem de apenas 26 anos perdeu a vida. E se beberam, a morte torna-se ainda mais imbecil.

  Se houvesse uma fiscalização decente, quem sabe isso não tivesse acontecido.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas