Direitos Humanos querem que "Pânico na Band" tire quadros do ar

Corte do cabelo da Babi foi o começo da queda do "Pânico na Band" (reprodução Band)


  Parece que a maré de azar do "Pânico" está voltando e vem com tudo. Primeiro foram as fofocas envolvendo uma divisão nos bastidores, depois foram as críticas ao ato de raspar a cabeça da Babi e agora o Conselho Distrital de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos quer que o programa tire do ar os quadros Academia de Panicats e Maior Arregão do Mundo.


   No quadro da Academia uma panicat tomava choques de um aparelho, outra comia pimenta mesmo sendo alérgica e uma teve pó de mico colocado no sutiã. Já no quadro Maior Arregão um integrante teve que segurar um prego sendo martelado e outro fez a barba em um carro pulando, o que lhe causou vários ferimentos no rosto. Por isso o Conselho declarou que o programa "afronta a dignidade da pessoa humana"

  Há algum tempo eu venho falando sobre o mau gosto dos quadros do "Pânico" que envolvem algum tipo de tortura física e parece que, depois de raspar a cabeça de Babi, as autoridades também perceberam que o programa vem passando dos limites.

  Porque o programa seguiu por esse caminho? Sílvio santos declarou uma vez que o programa era o mais criativo da TV brasileira, na época em que o humor reinava no programa. Porém muitos artistas, críticos de televisão e telespectadores começaram a virar as costas para o programa ao perceber que o humor foi deixado de lado.

  O "Pânico na Band" ainda tem forças para se reerguer. O Jornal do Bóris é uma amostra do que o programa é capaz e se voltar a investir no humor, volta a ter o ótimo conceito que tinha no passado perante todos.

  MUDA PÂNICO !
Postar um comentário

Postagens mais visitadas