Criador de Two And a Half Man temia pela vida de Charlie Sheen

Chuck Lorrie desabafou sobre Charlie Shenn (imagem/Getty Images)

  Pela primeira vez Chuck Lorrie, o produtor da série "Two And A Half Man"(no Brasil Dois Homens e Meio), disse que a demissão de Charlie foi motivada pelo medo que o ator acabasse morrendo ou matando alguém devido ao excessivo uso de cocaína.

  Chuck declarou que a decisão da CBS foi motivada por razões morais e não financeiras, pois o ator já havia passado por clínicas de reabilitação e sempre voltava para o seu vício e as noitadas com muitas mulheres e bebidas. E a demissão também não foi repentina, pois há meses várias pessoas tentaram ajudar Charlie e ele permanecia irredutível, e de acordo com o produtor, uma tragédia se desenrolava na frente de seus olhos e ele não poderia ser complacente com isso.

  Infelizmente todos nós concordamos que Charlie estava passando dos limites. A causa é a mesma de sempre, o sucesso subiu a cabeça. Mesmo passando por problemas com as drogas e o álcool o ator loantes mesmo de ser demitido parecia descontrolado, xingou e ofendeu diversas pessoas com quem trabalhava e se achava vítima de seus próprios problemas.

  O produtor e a CBS tomaram a decisão que foi pior pra todos. Com exceção da estréia, a série vem tendo seus piores índices de audiência com Ashton Kutcher no lugar de Sheen.

  Nessa história todos nós perdemos e eu não vejo um bom futuro nem para série e nem para Charlie Sheen.

 

Postar um comentário

Postagens mais visitadas