O que é um pardo? Isso o censo não mostra.

revistaafro.com.br
 
  Como o Brasil pode ser pioneiro em algumas coisas desastrosas.

  Os primeiros resultados do Censo 2010 começaram a ser divulgados e mostram que a população de pretos e pardos é maior que população que se declara branca. Até aí tudo bem, o problema é a definição parda.

  O que é um pardo? Como diria Jô Soares, é alguém que nasce na Pardolândia?

  Na verdade é mais uma forma de preconceito contra os negros. Pois se a pessoa não é branca, nem amarela (chineses, japoneses) e nem indígena ela é uma pessoa negra, e espera-se que tenha muito orgulho disso.

  Isso é usado por muita gente que tem vergonha, ou medo, de ser negro. Pois esse negócio negócio de pardo é mais uma desculpa  inventada pelos órgãos competentes para não ter de fazer políticas que visem a diminuir o preconceito contra os negros.

  Para eles é melhor assim. Em vez de fazer valer as leis contra o racismo e promover políticas mostrando que a cor da pele não muda ninguém, esses grupos, racistas em sua essência, preferem criar mais uma cor, a parda. E o pior que eles se dão bem com isso. Pois você já viu alguém sofrer preconceito por ser pardo? Já viu alguma história de injustiça na sociedade contra os pardos? NÃO.

  O pardo não existe, ele é uma pessoa de cor negra, que tem direito a tudo que os outros tem e que deve ter orgulho de tudo que as pessoas de sua cor conseguiram ao longo desses anos enfrentando escravidão, preconceito e racismo. Portanto os pardos são negros e devem sentir orgulho por isso, pois cada negro hoje representa anos e anos de luta para que ele pudesse ter uma vida decente, e não para ser descaracterizado como um pardo.

  PARDO NÃO EXISTE, O QUE EXITE É NEGRO COM ORGULHO!
5 comentários

Postagens mais visitadas