Alguém tem que botar um freio nos delinquentes da USP

imagem G1
  Depois de a polícia ter tido que entrar dentro da reitoria da USP para retirar os arruaceiros, as opiniões da mídia se dividiram sobre os últimos acontecimentos envolvendo a faculdade.

  Nirlando Beirão, do portal R7, disse que todos estão errados, pois os alunos da USP não tem causa para defender e a polícia, através de sua presença no campus da faculdade, finge que trabalha.

  Gilberto Dimenstein, da Folha, disse que os alunos da USP são delinquentes. Agem sem causa nenhuma e não querem que a polícia no campus para que naquele espaço não haja ordem.

  A realidade é que são delinquentes mesmo. Fizeram toda essa bagunça para defender 3 maconheiros que devem ser presos.

  Não sei de onde esses "filhinhos de papai" tiraram a ideia de que o campus de uma faculdade é um local para se chapar e beber. O campus é um local público voltado para o estudo e as atividades inerentes a educação, e não um local aonde se pode tudo. Querem fumar maconha? Vão fumar no inferno!

  Parabéns a polícia, que sem violência nenhuma, tirou os arruaceiros de um espaço público que nós sustentamos. E repito o título da coluna, alguém tem que colocar um freio nos delinquentes da USP, pois agora eles querem fazer uma greve em sinal de protesto.

  O que os "revoltados de butique" fazem por um "baseado". Deus me livre!
Postar um comentário

Postagens mais visitadas